Focado no acesso, atacante Edno é apresentado pelo América

  • Daniel Hott
  • 04/09/2017 13:28
Jogador recebeu a camisa do Coelho das mãos de Ricardo Drubscky, Diretor de Futebol do Coelho, e do sócio Guy Afonso (Foto: Cristiane Mattos / América)

O América apresentou, no início da tarde desta segunda-feira, sua nova contratação para a sequência da Série B. O atacante Edno, de 34 anos, vestiu pela primeira vez a camisa do Coelho e atendeu à imprensa no CT Lanna Drumond. Ele foi apresentado por Ricardo Drubscky, Diretor de Futebol do América, e por Guy Afonso, sócio do Onda Verde.

"É com prazer que estou aqui para apresentar mais um jogador. Como tenho tido o cuidado de falar, o Edno foi mais um escolhido pelo América. Ele já era um sonho de consumo do América há algum tempo, pois tínhamos a expectativa de tê-lo conosco desde o ano passado. Agora, tivemos a oportunidade de trazê-lo para fortalecer nosso elenco. Estamos muito felizes", explica Ricardo Drubscky.

Edno, que já treina com o resto do grupo americano desde a última semana, assinou contrato com o Coelho até maio de 2018. O atleta chega ao América depois de passagem pelo Botafogo-SP, clube pelo qual disputava a Série C do Campeonato Brasileiro.

Em sua primeira entrevista, Edno destacou a oportunidade única de vestir a camisa do América. Segundo ele, a vinda para o Coelho é como subir um degrau na carreira.

“O principal motivo de vir para o América é a evolução, todo ser humano trabalha para evoluir e conseguir objetivos maiores. Estava jogando a Série C e vim para uma divisão acima, um clube totalmente estruturado e que dá boas condições de trabalho. O elenco aqui é muito qualificado também. Esses foram meus motivos para vir para o América”, avalia.

Edno fez quase 30 jogos em 2017 e está totalmente apto a entrar em campo pelo Coelho. Ele vem treinando com os demais companheiros deste a última semana. A qualidade do elenco do América chamou a atenção do atacante, que prevê

“Temos um elenco forte. Não é à toa que o América está brigando no algo da tabela da Série B. Temos que seguir nos preparando e, como o Enderson sempre diz, manter o foco”, diz Edno, que espera ter pela frente 16 finais nos jogos restantes da Série B para garantir o acesso ao Coelho.

“Precisamos ficar ligados, porque algumas equipes vão entrar muito bem depois dessa parada no calendário. Temos 16 jogos e são 16 decisões para conquistar nosso objetivo, que é subir e, até mesmo, ser campeão”, completa.

Na última sexta-feira, Edno teve seu nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e, portanto, já tem condições de atuar pelo América. Ele figura como do técnico Enderson Moreira a partir do duelo desta sexta-feira, diante do Paysandu, pela 23ª rodada da Série B, em Belém (PA).