Apresentado, Aylon projeta ano positivo com a camisa do América

  • Daniel Hott
  • 10/01/2018 12:57
Atacante recebeu a camisa das mãos de Ana Maria, funcionária da lavanderia do Coelho (Foto: Mourão Panda / América)

O América apresentou oficialmente, na manhã desta quarta-feira, sua segunda contratação da temporada 2018. O atacante Aylon, de 25 anos, vestiu pela primeira vez a camisa do Coelho e atendeu à imprensa no CT Lanna Drumond.

Aylon recebeu a camisa das mãos de Ana Maria Rodrigues, auxiliar de serviços gerais que trabalha na lavanderia do América. Ela representou todos os funcionários do Clube que atuam diariamente nas atividades que cercam o Departamento de Futebol. Ricardo Drubscky, Diretor de Futebol do Coelho, também esteve presente.

“Foi muito emocionante participar da apresentação do Aylon. Foi algo diferente e muito gratificante apresentar o Aylon. Ao entregar a camisa, disse para ele se sentir bem-vindo na nossa equipe e que ele possa ter sucesso sendo mais um de nós”, explica a sorridente Ana Maria.

Apresentação

Após vestir a camisa americana pela primeira vez, Aylon agradeceu a oportunidade apresentada pelo Coelho. Ele se lembrou dos duelos que teve contra o América em 2017, defendendo o Goiás, e enalteceu o projeto para 2018.

“Quero agradecer ao América pela oportunidade de mostrar meu trabalho. O projeto é muito bom, o time é qualificado e o treinador é excelente. No ano passado foi difícil enfrentar o América, um time bem encaixado e completo. Assim que recebi o convite no fim do ano passado, aceitei na hora. Espero que possamos fazer um grande 2018”, afirma.

Ricardo Drubscky falou sobre as credenciais do jogador. Na visão do dirigente, Aylon tem as características necessárias para fazer uma boa temporada no América.

"O Aylon é um jogador que desde o início das nossas avaliações de mercado já permeava nas nossas listas. Conseguimos trazê-lo de um clube muito grande e ele tinha  intenção de vir para cá. Ele vai nos atender taticamente e tecnicamente muito bem. É com muito prazer que trazemos mais um jogador para um América campeão",  comenta o diretor.

O atacante se colocou à disposição para atuar em todas as posições do setor ofensivo, seja como centroavante ou pelos lados do campo. Aylon salientou que seu objetivo é fortalecer o grupo americano.

“Conversei com o Enderson e me coloquei à disposição. Consigo fazer as três posições do ataque: os dois extremos e o centroavante. Sei que a briga vai ser boa. Vou ficar bem tranquilo e trabalhar para atender as necessidades dele. Vou estar à disposição e tentar dar meu melhor para ajudar a equipe”