Apresentado, Matheus Sales garante: "Empenho não vai faltar"

  • Daniel Hott
  • 11/01/2018 18:18
Volante vestiu pela primeira vez a camisa do Coelho nesta quinta-feira (Foto: Mourão Panda / América)

Mais uma contratação para 2018 foi apresentada oficialmente no América. Nesta quinta-feira, foi a vez do volante Matheus Sales vestir pela primeira vez a camisa do Coelho. Aos 22 anos, o jogador chega por empréstimo vindo do Palmeiras.

Matheus Sales recebeu a camisa americana das mãos de Roberto Alves, auxiliar de serviços gerais do CT Lanna Drumond, que representou todos os funcionários do Coelho que trabalham para auxiliar o Departamento de Futebol. Ricardo Drubscky, Diretor de Futebol do América, também esteve na apresentação.

“Fiquei muito satisfeito. Sou americano de coração e me senti feliz por participar da apresentação do Matheus Sales. Desejei a ele boa sorte em nosso Clube”, comenta Roberto.

Apresentação

Antes de vestir a camisa do América, Matheus Sales teve suas credenciais apresentadas por Ricardo Drubscky, que destacou a formação do jogador em equipes de grande porte.

“Se trata de um jogador que nasceu em clube grande e construiu sua história profissional em clubes grandes. O conhecemos há dois ou três anos, apesar da juventude. Estamos costurando esse elenco baseado em questões técnicas. Ele vem nesse perfil e tem potencial para ser uma revelação no futebol brasileiro. É um grande prazer apresentá-lo”, explica Drubscky.

“Tive apoio de muita gente para vir ao América. Não só da torcida do Palmeias, mas também da minha família. Todo mundo fala bem do América e estou muito feliz por estar aqui. Espero ter um grande ano”, comentou o jogador, que projeta um ano positivo para o Coelho.

“O Campeonato Mineiro começa por agora e temos que entrar para ganhar, mas também temos a Copa do Brasil e o Brasileirão. Como foi falado, nosso maior objetivo é permanecer na Série A. O Mineiro começa agora queremos vencer, mas o objetivo maior é ficar na Série A”, completa.

Matheus Sales detalhou suas características dentro de campo e ressaltou que, em primeiro lugar, pensa no sucesso coletivo.

“Sou um cara de muita vontade e muita dedicação. Empenho não vai faltar nunca. Eu não penso em muito em me destacar e aparecer, mas sim em fazer bem meu trabalho nas oportunidades que tiver. Ser destaque é consequência das coisas na carreira. Meu pensamento é trabalhar firme e forte e ajudar o América”, finaliza.