Símbolos


De 1912 até hoje a camisa conta a história do América. Da primeira camisa branca com faixa verde na transversal começando pelo ombro direito, passando pela listrada em verde e branco até chegar na vermelha dos anos 1934/37/41 em protesto pela chegada do profissionalismo. Na retomada do verde e branco, até a chegada do verde e preto dos anos 1970 e a evolução deste uniforme tricolor (branco/verde/preto). Na temporada 2016, o unforme ganhou brilhantismo com a linha desenvolvida pelo estilista mineiro Ronaldo Fraga, filho de americano.

Em 2018, o Coelho elaborou uma linha de uniformes que fica no meio termo entre o arrojado e o tradicional. A camisa 1 tem detalhes históricos, com menos listras e um fio verde atuando sobre o preto. Já o modelo 2 foi simplificado a um branco mais predominante. Nos dois modelos, há um trecho do hino na barra da camisa. O modelo 2018 é, também, o primeiro a receber o novo escudo do Clube, com as duas estrelas amarelas relativas ao bicampeonato da Série B.

Uniforme 2018