Givanildo e mais três na seleção dos melhores do campeonato

  • Carlos Cruz
  • 09/05/2016 03:42
Jogadores dividem com o grupo os prêmios individuais do Campeonato Mineiro

Além do merecido título de campeão mineiro, que interrompeu um jejum de 15 anos, o América anda teve três jogadores na Seleção dos Melhores do campeonato – o goleiro João Ricardo, o lateral Bryan e o atacante Osman -, mais Givanildo Oliveira como melhor treinador. Emocionado pela conquista do título inédito para sua rica carreira, o pernambucano Givanildo se diz mais mineiro do que nunca.

“Agora é que me sinto mineiro mesmo”, afirmou o treinador que, no início do ano, foi justamente condecorado com o título de Cidadão Honorário de Belo Horizonte. “É um orgulho muito grande para mim. Tinha 15 títulos conquistados, mas todos pro lado de lado (Norte e Nordeste) e falta um estadual aqui. Este título não tem preço, ainda mais sendo como foi, diante de duas grandes potências como Cruzeiro e Atlético. É um título muito especial para mim”, festejou o treinador.

Para o goleiro João Ricardo a conquista individual tem mérito de todo grupo.

“Fizemos uma partida boa, acho que o América todo merecia receber esses troféus, muito bonito por sinal. Fico feliz por ter conquistado esse prêmio e, principalmente, por ter ajudado o América a conquistar o título que estava entalado há tanto tempo na garganta”.

Reforçando a união do grupo americano, que foi determinante para a conquista do título, o lateral Bryan e o meia Osman também dividiram os méritos com os companheiros de equipe.

“Nossa união, depois daquela derrota em Tombos, foi o que nos levou ao título. Então todos merecem esse prêmio”, afirmou Bryan.

Os jogadores voltam aos treinos nesta terça-feira, às 16h, para dar início à preparação para o jogo contra o Bahia, pela Copa do Brasil. O confronto é na quarta-feira, às 21h45, na Arena Independência.