América renova com Givanildo Oliveira para temporada 2019

  • Estevão Germano
  • 05/12/2018 11:25
Após reação nas últimas rodadas da Série A, Givanildo Oliveira comandará o Coelho na busca pelo retorno à primeira divisão (Foto: Mourão Panda / América)

O América já tem seu técnico definido para a temporada 2019. Nesta quarta-feira, o Clube chegou a um acordo com Givanildo Oliveira para renovação do contrato com o time profissional até o fim do próximo ano. O experiente treinador, de 70 anos, conduzirá o Coelho no objetivo de retornar à elite do Campeonato Brasileiro.

A história de Givanildo Oliveira se confunde com a do América. O profissional vivencia sua quinta passagem no Clube e é um dos técnicos mais vitoriosos à frente do time americano. Sob a batuta de Givanildo, o Coelho conquistou a Série B de 1997, a Série C de 2009 e o Campeonato Mineiro de 2016.

Em sua passagem anterior pelo América, Givanildo acumulou feitos importantes. Além do título mineiro, em 2016, o técnico liderou, no ano anterior, uma sólida campanha na Série B do Campeonato Brasileiro. O bom desempenho culminou no retorno do Clube à primeira divisão.

Além da possibilidade de aumentar a galeria de conquistas, Givanildo terá em 2019 a oportunidade de alcançar um recorde marcante. O técnico tem 240 partidas à frente do time americano e poderá ultrapassar Yustrich (278 jogos), tornando-se, assim, o treinador com mais jogos no comando do Clube em toda a história.

Givanildo falou do sentimento de comandar o América em mais um ano. “O sentimento é de iniciar uma história diferente. Tivemos apenas cinco jogos nesse retorno, vinte dias de convivência. Então, agora é realmente o sentimento de assumir, com muita satisfação por mais um ano de trabalho no América. Já começamos a reformulação do grupo e uma série de coisas que teremos que fazer no começo do próximo ano”, comentou.

O comandante do Coelho também analisou o estilo de jogo ofensivo apresentado pela equipe nos últimos jogos da temporada e os aspectos que precisarão ser trabalhados para que a equipe pratique em campo seus métodos em 2019. “Conseguimos, até pela necessidade, jogar de forma ofensiva e com uma condição boa de atacar e também marcar. Para o próximo ano, espero que sejamos um time ofensivo. É difícil confirmar, porque o futebol é muito complicado. Depende do grupo que se formar, das situações de jogo e dos adversários. Vamos procurar fazer o melhor”, afirmou o treinador.

Por fim, Givanildo falou dos objetivos do Clube em 2019. O técnico pretende valorizar todas as competições do ano e buscar, além do acesso para a Série A, o título mineiro. “Sobre os objetivos, é o que sempre digo. Inicialmente, precisamos buscar ganhar o estadual, que é o primeiro campeonato do ano. Depois, passamos para a etapa do Brasileiro em busca do acesso. Mas temos o estadual e a Copa do Brasil. Vamos focar primeiro nessas competições”, projetou.

Nas cinco passagens, Givanildo Oliveira soma 116 vitórias, 63 empates e 61 derrotas. Sob seu comando, o time anotou 393 gols e sofreu 266.

Confira um resumo das passagens de Givanildo Oliveira pelo América:

- 1ª passagem: 1997 a 1998
Comandou o time em sua primeira grande conquista nacional, a Série B de 1997.

- 2ª passagem: 2009
Comandou o time em parte de um período delicado da história do Clube. Conquistou a Série C de 2009, levando o América de volta para a Série B depois de cinco difíceis anos na terceira divisão. 

- 3ª passagem: 2011 a 2012
Assumiu o time na reta final da Série A de 2011. Após o rebaixamento, seguiu no comando até agosto de 2012, participando, assim, de parte do centenário do Clube. Chegou com o time à final do Mineiro de 2012. 

- 4ª passagem: 2014 a 2016
Assumiu o time em setembro de 2014 e liderou uma grande reação na Série B daquele ano, ficando a poucos pontos do acesso à primeira divisão. Já em 2015, comandou o time em toda a temporada e levou o Clube de volta à Série A do Brasileiro. Foi responsável por subir da base o atacante Richarlison, que foi o grande destaque da equipe naquela Série B. Em 2016, liderou o time que voltou a ganhar o Campeonato Mineiro depois de 15 anos e ficou no comando até o mês de junho. 

- 5ª passagem: desde 12/11/2018
Liderou uma reação nas últimas rodadas da Série A, levando o time de volta às vitórias na competição. Em 2019, terá a missão de repetir as campanhas vitoriosas de 1997 e 2015, quando levou o Coelho para a divisão de elite do Campeonato Brasileiro.