Atletas da base americana se destacam no ambiente acadêmico

  • Marina Almeida
  • 06/09/2019 19:00
Além do destaque em suas categorias de base, os atletas Felipe Estrela, Felipe Alves, Ryan e Paulo Ricardo também são alunos exemplares. (Foto: Divulgação / América)

Muito além do futebol! Quatro atletas da base americana se destacaram em seus colégios neste mês. Os jogadores Felipe Estrela, Felipe Alves, Ryan e Paulo Ricardo receberam prêmios de Destaque Acadêmico e da Feira de Ciências de seus respectivos colégios.

O atleta Paulo Ricardo do Sub-15 e o Ryan do Sub-14, conquistaram o primeiro e o terceiro lugar, consecutivos, da Feira de Ciências da Escola Municipal Wancleber. O jogador Felipe Estrela do Sub-17 foi o Destaque Acadêmico do primeiro semestre da Escola Estadual Francisco de Menezes. O atleta Felipe Alves, também do Sub-17, conquistou o Destaque Acadêmico da turma do terceiro ano da Escola Estadual Anita Brina Brandão.

Para os atletas conquistarem bons frutos no colégio, eles contam com o acompanhamento da pedagoga Márcia Srbek Araujo que explica a função do profissional no meio esportivo.

“A pedagogia esportiva pode ser entendida como um campo de conhecimento que trata do relacionamento entre educação e esporte com a intenção de melhorar o desenvolvimento e explorar as potencialidades dos atletas e mostrar que o futebol não é um passa tempo, futebol é um meio educacional capaz de educar e socializar”, explica a pedagoga.

Márcia ainda completa pontuando as preocupações do profissional engajado nesta área.

“A preocupação que tenho é de formar e capacitar os profissionais. O meu trabalho consiste em demonstrar a importância da relação entre educação e a pedagogia do esporte dentro do ambiente esportivo, portanto penso estar no caminho certo. Com os resultados positivos dos meninos eu tenho mais motivação para continuar o trabalho que proporciona conhecimento e desenvolvimento intelectual, afetivo e social para os atletas”, completa Marta.

Para o atleta Felipe Alves a família e o Clube são seus principais incentivadores para buscar os bons resultados na escola.

 “Minha família sempre me orientou sobre a importância da escola para minha vida futura. Então sempre me esforcei para o meu aprendizado, assim, o destaque foi consequência. O América também sempre cobra nossos resultados escolares, assim, nos motivando a ir bem na escola. Vida de atleta é corrida, mas sempre tenho tempo para o estudo, para atingir meus objetivos”, declara o jogador.

Assim como Felipe Estrela que compreende a importância da educação para a formação da sua carreira.

Fico muito contente com o reconhecimento de ser o aluno destaque da minha escola.  O colégio e os estudos nos ajudam a ser melhores intelectualmente, que é muito importante para os jogadores se tornarem um atleta completo. O América é um Clube que dá muito apoio e incentivo aos nossos estudos”, pontua o atleta.

A pedagoga ainda completa explicando que o calendário esportivo e o escolar andarem juntos auxilia muito no trabalho que precisa ser realizado.

“O América faz prevalecer o seu DNA Formador no futebol e na escola. Temos um calendário compatível com a escola e com o futebol, o que facilita a vida escolar. Fazemos um trabalho integrado entre supervisão e diretoria, trabalho este que facilita na formação do atleta. Essa integração faz o trabalho fluir de forma agradável e tranquila”, finaliza Márcia.